Cobrança

Cobrança

A Cobrança Bradesco é um serviço desenvolvido com alta tecnologia para atender exclusivamente às necessidades de controle de contas a receber de empresas que operam nos mais variados segmentos do mercado.

  • Cobrança Instantânea
  • Cobrança com Débito Automático
  • Cobrança com Rateio de Crédito
  • Cobrança de Seguros
  • Cobrança Parcelada
  • Cobrança Integrada com Nota Fiscal Eletrônica
  • Convenção de Cobrança - Boleto de Pagamento

A modalidade Cobrança Instantânea é a maneira mais rápida, prática e segura de efetuar a gestão dos recebimentos de sua empresa, pois permite efetuar o registro dos títulos de cobrança de modo on-line, por meio do Bradesco Net Empresa podendo vender, emitir, registrar e receber sua cobrança no mesmo dia. O cliente tem a opção de enviar o boleto por e-mail, registrar títulos vencidos com instrução para protesto e descontar o título no Banco imediatamente após o seu registro (no mesmo dia).

Com a Cobrança Instantânea, o Beneficiário centraliza, em um único ambiente, a geração, emissão e gerenciamento de seus títulos registrados.



Benefícios:



  • Contratação e emissão do boleto no mesmo dia
  • Envio do boleto por e-mail
  • Reapresentação automática, após o vencimento
  • Antecipação do boleto no mesmo dia.

Dispensa a emissão de boletos de cobrança, podendo agendar o débito diretamente na conta-corrente ou poupança do sacado, Correntista Bradesco, mediante autorização prévia.

Possibilita ao cedente realizar transferências automáticas de valores de cobrança para outra conta-corrente ou poupança do banco, sem a emissão de cheques ou ordens de pagamento.

Cobrança Registrada desenvolvida especialmente para seguradoras. Nessa operação, o IOF pode ser recolhido pelo Banco.

Ideal para empresas que realizam seu recebimento por meio de parcelas fixas ou variáveis. O Bradesco emite e entrega os carnês no formato padrão ou personalizado.

Portal que possibilita aos clientes enviarem e validarem eletronicamente suas notas fiscais com a Secretaria da Fazenda – SEFAZ de seu Estado.

A solução integra o processo de emissão das notas fiscais à geração de boletos de Cobrança Bradesco, proporcionando em um único ambiente todo o ciclo de faturamento da empresa, emissão do Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica – DANFE, controle das notas fiscais, até o envio de boletos pelo Débito Direto Autorizado – DDA, por e-mail ou de forma convencional.

Público-alvo: todas as empresas obrigadas a se adequarem ao processo de Nota Fiscal Eletrônica em substituição à nota fiscal de circulação de mercadorias – Modelos 1 ou 1A.

Como funciona: após a emissão da Nota Fiscal Eletrônica, o cliente tem a opção de enviar de imediato, por e-mail, o boleto ao sacado/comprador ou, ainda, receber os boletos juntamente com a emissão da NF-e antes da recepção da mercadoria. O portal possibilita integrar a emissão da nota fiscal ao instrumento de recebimento do cliente, no caso, do boleto de cobrança.

Benefícios ao cedente/vendedor:

  • Redução de custos com papel, impressão, envio e armazenagem de documentos ficais
  • Simplificação de obrigações acessórias, como dispensa de AIDF – Autorização para Impressão de Documentos Fiscais Eletrônicos
  • Redução de tempo de parada dos caminhões em postos fiscais
  • Redução com postagens e de tempo de parada de caminhões em postos fiscais
  • Incentivo ao uso de relacionamentos eletrônicos com clientes (B2B)
  • Segurança da informação e dos processos

Benefícios ao sacado/comprador:

  • Opção de receber os boletos juntamente com a emissão da NF-e antes da recepção do DANFE – Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica e da mercadoria
  • Eliminação de digitação de notas fiscais na recepção de mercadorias
  • Planejamento de logística para a entrega pela recepção antecipada da informação da NF-e
  • Redução de erros de escrituração devido à digitação de notas fiscais
  • Incentivo ao uso de relacionamentos eletrônicos com fornecedores (B2B)

Requisitos técnicos

Para utilizar o portal Cobrança Integrada com Nota Fiscal Eletrônica é necessário:

  • Certificado Digital no padrão ICP-Brasil – Modelos A1, A3, NF-e A1 ou NF-e A3
  • Acesso à internet
  • Credenciamento na Secretaria da Fazenda – SEFAZ de seu Estado

Cadastro: acesse o link Cobrança Integrada com Nota Fiscal Eletrônica e siga as instruções para preencher o Contrato de Prestação de Serviço. Se preferir, digite www.nfebradesco.com.br.



Dúvidas Frequentes

1. Quais os tipos de documentos fiscais em papel que a Nota Fiscal Eletrônica substitui?

Atualmente, a legislação nacional permite que a NF-e substitua apenas a nota fiscal modelo 1 ou 1A, utilizada para documentar transações comerciais com mercadorias entre pessoas jurídicas. Não se destina a substituir a nota fiscal ao consumidor (modelo 2) ou o Cupom Fiscal. Os documentos que não foram substituídos pela NF-e devem continuar a ser emitidos de acordo com a legislação em vigor.

2. O destinatário da mercadoria poderá exigir e receber a nota fiscal em papel modelo 1 ou 1A ao invés da Nota Fiscal Eletrônica?

Não. Esta exigência não poderá ser feita pelos destinatários. Nos casos em que o emitente é obrigado a usar a NF-e, a obrigatoriedade de emissão de NF-e aplica-se a todas as operações praticadas em todos os estabelecimentos, sendo vedada a emissão de nota fiscal modelo 1 ou 1-A.

3. Para quais tipos de operações a NF-e pode ser utilizada?

A NF-e substitui a nota fiscal modelos 1 e 1-A em todas as hipóteses previstas na legislação em que estes documentos possam ser utilizados. Isso inclui, por exemplo, a nota fiscal de entrada, operações de importação, operações de exportação, operações interestaduais ou, ainda, operações de simples remessa.

Novas Regras para Cobrança Bancária

O Banco Central do Brasil, por meio das Circulares nº 3.598, de 06/06/2012, e 3.656, de 02/04/2013, instituiu novas regras para a emissão dos boletos, conforme a seguir:

• Alteração das nomenclaturas de “sacado” para “pagador” e de “cedente” para “beneficiário”;

• Necessidade de informar no boleto o nome, o endereço completo e o número do CPF ou do CNPJ do beneficiário e do sacador avalista, quando houver;

• Inserir a data de vencimento no boleto, no formato DD/MM/AAAA, sendo proibida a emissão do boleto de cobrança com o preenchimento desse campo com as denominações “à vista” e “contra-apresentação”.

• Informar no boleto o valor do pagamento e as condições de desconto que estejam eventualmente previstas, em caso de pagamento antecipado.

• Alertamos também quanto à necessidade de inclusão das informações do CPF/CNPJ do pagador, quando da emissão dos boletos e do envio do arquivo-remessa, para registro no Banco.

Foi instituída, ainda, a modalidade de Boleto de Proposta, para a oferta de produtos e serviços ou convite para associações. Para emitir esse tipo de boleto, o beneficiário deve obter previamente a autorização do pagador e obedecer ao layout específico. Para conhecer a convenção completa, clique no link abaixo.

Convenção de Cobrança - Boleto de Pagamento.


Sua empresa ainda conta com agilidade, segurança e ampla cobertura em pontos de atendimento para recebimento da cobrança.

  • Grande rede de atendimento no país por meio de nossas agências, do Bradesco Expresso e diversos canais eletrônicos
  • Emissão e postagem de boletos pelo banco em formato padrão ou personalizado e/ou em meio eletrônico – e-mail e DDA
  • Arquivo eletrônico de hora em hora, no mesmo dia da liquidação, para pagamentos efetuados na rede Bradesco
  • Crédito On-line: pagamentos em espécie disponíveis instantaneamente para compor o seu fluxo de caixa
  • 2ª via de boleto de cobrança registrada pela internet, inclusive com atualização de juros e multas caso esteja vencido. Protesto automatizado
  • Gerenciamento da carteira e troca de arquivos pelo Bradesco Net Empresa
  • Software gratuito para controle de registro, baixa de títulos e emissão de boletos – OBB Plus